Terapia por ondas de choque promete solucionar dores musculares - Por: Dr. Sérgio Costa

26/05/2017 17:05

Falar sobre terapia de choque nos dias de hoje pode soar meio assustador. Mas este tratamento, chamado de Terapia por Ondas de Choque (TOC), é bem diferente
do que você imagina. Com a promessa de melhorar a qualidade de vida, a TOC se tornou uma revolução no tratamento para dores do corpo.  

O procedimento consiste em um aparelho de alta tecnologia que emite ondas acústicas de baixa, média e alta potência, que se propagam através do tecido,
até a região da dor.  

Para se ter ideia da evolução, o tratamento antigo era realizado em um ambiente ambulatorial, sob anestesia local, levando até 30 minutos. Com a TOC, o
tratamento pode ser feito no consultório do médico, levando de 10 a 15 minutos, sem anestesia.

Indicações

A TOC é bastante indicada para o tratamento de patologias como:    

Tendinite calcárea do ombro;   

Cotovelo de Tenista (epicondilite);    

Fascite Plantar;   

Tendiníte aquíleana;   

Tendinites não solucionadas com outros tratamentos;   

Bursite troncateriana;   

Pseudo-artrose;   

Retardo de consolidação de fraturas;   

Necrose avascular;   

Síndrome Miofascial – pontos de gatilho.

Benefícios da TOC   

Efeito analgésico;   

Alterações estruturais no tecido, com aumento da atividade metabólica;   

Estimulação do processo regenerativo do tecido;   

Estimulação da formação óssea;   

Tratamento ambulatorial;   

Tratamento não-invasivo;   

Baixo índice de efeitos colaterais.

Contra-indicações

Doença neurológica e vascular do pé; história da ruptura do ligamento da fáscia plantar; placas de crescimento dos ossos abertas, gravidez, metal implantado
no local do tratamento (como parafusos e pinos), hipersensibilidade à dor, tumores malignos, uso de anti-coagulantes, região pulmonar, cerebral ou medular.

O Tratamento

O médico indica o número de sessões, que variam de 3 a 5.

O tempo de aplicação dura de 10 a 15 minutos por sessão, de acordo com cada caso. No início do tratamento, pode haver um desconforto, que some após 30
minutos. Trinta dias após a primeira sessão, 80% dos pacientes submetidos ao tratamento, sentiram pouca ou nenhuma dor na região tratada.
 


Fonte: Assessoria