TIM investe em unidade de negócios com foco em IoT

03/10/2017 18:10

A TIM acaba de aprovar a criação de uma unidade operacional dedicada para o desenvolvimento de soluções de IoT & Analytics. A iniciativa surge um ano após
a companhia lançar seu programa de Open Innovation, que busca parcerias de empresas com interesses de negócios complementares.

O espaço contará com uma equipe multidisciplinar utilizando conceitos e métodos de startups e já inicia com uma receita de mais de R$ 50 milhões ao ano
a partir das conexões de M2M existentes. O objetivo será agregar serviços de valor à conectividade, principalmente nas áreas prioritárias para a TIM: Agropecuária,
Cidades, Saúde e Transportes.

A operadora, que tem a inovação como um dos seus principais pilares, criará um ambiente com tecnologia de última geração no seu prédio, em São Paulo, para
receber startups e parceiros focados no desenvolvimento de novas soluções e modelos de negócio.

“A inovação faz parte da identidade da TIM Brasil e é um dos motores de crescimento da companhia. Além de irmos em busca de parceiros estratégicos através
do nosso programa de Open Innovation, queremos estimular e desenvolver novos modelos de negócios, oferecendo inteligência agregada à conectividade. Estimular
dentro da TIM uma forma diferente de trabalhar e também levar inovações no ecossistema de parceiros”, destaca Luis Minoru Shibata, Vice-Presidente de Estratégia
e Inovação da TIM Brasil.

Novidades na área de IoT

A operadora, líder da cobertura 4G e pioneira no uso da frequência 700 MHz no Brasil, mantém fortes investimentos em rede e adotou como padrão as tecnologias
NB-IoT e LTE-M, que sustentarão uma série de lançamentos no segmento de Internet das Coisas.

No setor de Agronegócio, a companhia trabalha em projetos e parcerias que viabilizem soluções para o campo com a tecnologia LTE junto a empresas que conhecem
o setor e fornecem soluções inteligentes para a produção agrícola e de pecuária. Em parceria com a Embrapa, Qualcomm, e o ISES (Instituto de Socioeconômica
Solidária), a TIM participa do Programa de Desenvolvimento de Tecnologia para uso de Drones em Agricultura de Precisão. A iniciativa permite a coleta,
o processamento, a análise e a transmissão para os laboratórios da Embrapa, em tempo real, de dados e imagens armazenadas pelos drones através da rede
4G da TIM. Com esta solução, tecnologias inovadoras estão ao alcance dos agricultores, agentes ambientais e profissionais que atuam no desenvolvimento
da agricultura de pequeno e grande porte. A operadora, em parceria também com a Embrapa, participa do projeto Ideas for Milk, para desenvolver soluções
que aumentem a eficiência de um ou mais segmentos da cadeia produtiva do leite no Brasil.

Já na área de Saúde, a TIM está desenvolvendo uma solução que vai auxiliar o usuário a identificar a melhor unidade de atendimento em sua região, com informações
sobre distância a ser percorrida, filas de espera e tempo de atendimento previsto em hospitais, postos de saúde e unidades de pronto atendimento. O projeto
piloto acontecerá no interior do estado do Rio de Janeiro, ainda neste ano.

Cases de Sucesso

Desde 2016, a TIM passou a disponibilizar seu Big Data, sistema que agrega 7 bilhões de registros diariamente e acompanha em curto prazo e com total privacidade
tráfegos de voz, SMS e dados de clientes, para a Prefeitura do Rio. A parceria possibilitou a criação de um mapa de deslocamento com foco na gestão de
megaeventos e desenvolvimento de soluções a partir do conceito de Cidades Inteligentes. As informações fornecidas pelo Big Data da TIM são massivas e preservam
o anonimato dos clientes. E é um dos projetos bem sucedidos na área de Cidades, assim como o ZUP e os Biosites.

A Zeladoria Urbana Participativa (ZUP) é um software livre desenvolvido pelo Instituto TIM para a gestão de serviços e ativos urbanos, com a participação
da sociedade no mapeamento das demandas e acompanhamento de serviços. ZUP pode ser adotado por qualquer município que tiver interesse em gerir seus serviços
públicos de forma mais eficiente, transparente e participativa.

Já os Biosites são uma solução inovadora e pioneira da TIM baseada em um novo modelo sustentável para cobertura de rede da operadora. Com a solução, é
possível expandir a área de abrangência de cobertura da companhia associada a um menor impacto urbanístico. Atualmente a TIM tem mais de 550 biosites ativos
no país.  

Sobre a TIM

A TIM tem como missão conectar e cuidar de cada um e para que todos possam fazer mais. Sua assinatura – “Evoluir é fazer diferente” – destaca a evolução
da empresa no país e sua postura inovadora e pioneira.

Tendo como base o Plano de Investimentos, focado nos pilares infraestrutura de rede, oferta e experiência do usuário, a TIM continua a liderar diversos
movimentos do mercado. A operadora é líder disparada na cobertura da tecnologia 4G no país.

A TIM é referência em práticas de governança e ainda a única empresa do setor de telecomunicações no Novo Mercado da B3, reconhecido como nível máximo
de governança corporativa, além de ser a empresa do setor há mais tempo consecutivo no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). Para mais informações,
acesse
www.tim.com.br.
 


Fonte: Agência Brasil